Ferramenta Canvas – Estratégia de Gestão

Os alunos da Etec Pe. Carlos Leôncio da Silva receberam no dia 16/08/2013, uma capacitação sobre BUSINESS MODEL CANVAS (BMC). O objetivo da capacitação, além buscar despertar o espírito empreendedor, surgiu como forma de prepará-los para o Desafio Inova Paula Souza – uma competição de ideias à negócios que envolveu todas as ETECs, Fatecs e Comunidade em geral.
Segundo o Professor Rodrigo Paulino, os alunos se envolveram nos Projetos, e realizar o Canvas foi muito divertido e ao mesmo tempo estimulador de ideias2013-09-27 15.55.26 2013-09-27 15.56.29

2013-09-27 15.56.35 2013-09-27 15.57.16

2013-09-27 15.57.39 2013-09-27 16.07.17

2013-09-27 16.07.47 2013-09-27 16.08.10

2013-09-27 16.08.20 2013-09-27 16.08.30

2013-09-27 16.14.58.

Release do Canvas
Esse modelo de estratégia é INDICADO PARA organizações de todos os portes, em especial, para empresas nascentes, conhecidas como Startups.

SERVE PARA empreendedores e estrategistas definirem o modelo de negócio de suas empresas e visualizá-las de forma sistêmica, integrada, rápida
e visual.

É ÚTIL PORQUE permite discutir e integrar diversas percepções sobre como a empresa pode/deve atuar, os principais elementos de cada parte e como as partes do negócio interagem.

SOBRE A FERRAMENTA:

O Business Model Canvas (BMC) teve origem na tese de doutorado de Alexander Osterwalder, defendido na Universidade de Lausanne, na Suíça, em 2004. Posteriormente, em 2009, com a ajuda de Yves Pigneur e de mais de 450 colaboradores ao redor do mundo, Osterwalder publicou o livro Business
Model Generation1. Nele, o autor apresenta o resultado de sua tese de forma visual, como uma ferramenta para que empreendedores e executivos consigam discutir e visualizar como o negócio seria executado de forma sistêmica e integrada. O livro se tornou um sucesso instantâneo e várias edições se esgotaram rapidamente.
A ferramenta BMC se tornou muito popular entre os empreendedores, principalmente os de internet/web.

Dica de site sobre a Ferramenta Canvas:
http://revistapegn.globo.com/Revista/Common/0,,EMI329742-17180,00-DICAS+PARA+CRIAR+UM+BOM+CANVAS+PARA+SUA+STARTUP.html

Visita Técnica – Logístca

Os alunos do Curso Técnico em Logística da Etec Pe. Carlos Leôncio da Silva, estiveram na Cooperativa Prolife Reciclagem conhecendo suas dependências para elaborarem a estratégia Logística do local. Acompanhados pela Coordenadora Ester Carolina e pelo Professor Rodrigo Paulino os mesmos tiveram a oportunidade de conhecer os maquinários, o local da produção e estoque da organização, tudo sob a supervisão e acompanhamento do Empreendedor Thalles Aquino idealizador do Projeto.

DSC02031 DSC02032 DSC02033

DSC02034 DSC02035 DSC02036 DSC02037 DSC02038

DSC02039 DSC02040 DSC02041

DSC02042 DSC02043 DSC02044

Logística e Inovação

No dia 30/07 os alunos do Curso Técnico em Logística se reuniram no auditório da Etec Pe. Carlos Leôncio da Silva com os Professores Rodrigo Paulino, Thiago Gomes e com a Coordenadora Pedagógica Ester Carolina para traçarem estratégias para atuarem na Prolife Reciclagem em Lorena. A reunião foi dividida em dois momentos. A primeira parte foi realizada a apresentação do Projeto Inovação em Ação e na outra os alunos fizeram uma redação com o tema proposto pelo Empresário Thales Aquino.

DSC02029 DSC02028

Inovação em Ação – Entrevistas

Inovação em Ação – Entrevistas

A equipe do projeto Inovação em Ação estará realizando entrevistas com profissionais de todas as áreas para entender o que os mesmos pensam sobre Inovação e seu impacto na sociedade atual.

A primeira entrevista será com a Professora Ester Carolina – Coordenadora Pedagógica e do Curso Segurança do Trabalho da Etec Pe. Carlos Leôncio da Silva que nos fala sobre os desafios e a importância de se trabalhar com Projetos, que nasce como proposta de Ensino Baseado em Problemas e Protagonismo Estudantil.

Inovação em Ação: Professora, o que se entende por Aprendizagem por Projeto?

DSC02026

Profa. Ester: Não adianta eu ensinar a receita. Eu imagino o projeto como se a gente tivesse uma linda receita de bolo, onde eu conheço todos os ingredientes, todas as medidas, a temperatura do forno, o ponto de retirar esse bolo do forno. Mas eu preciso fazer esse bolo para sentir prazer.
Então eu vejo assim.
Nós somos muito teóricos e muitas vezes pouco práticos no contexto educacional. Acredito que uma das ferramentas que podemos utilizar para motivar o aluno, reduzir as taxas de evasão, e até de certa forma fazer com que o aluno se identifique com o curso é a Aprendizagem baseada em Projetos. É comum nos depararmos com alunos trabalhadores que não dispõem de tempo para a realização de estágios, sendo a Metodologia baseada em Projetos um instrumento que permite ao discente exercitar seu aprendizado durante o desenvolver do curso no período letivo.
Estamos vivenciando na prática essa metodologia através de Projetos como: SIPAT – Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho, DDS – Diálogo Direto com a Segurança, CIPA Didática – Comissão Interna de Acidentes do Trabalho (dos Alunos da Etec), Escola Parceira da Saúde com a Secretaria Municipal de Saúde de Lorena, além de Inova Paula Sousa com parceria da Empresa Prolife Reciclagem, Programa de Iniciação Científica com Fatea, dentre outros.

Inovação em Ação: Como a Senhora define Inovação, e como trabalhá-la pedagogicamente?

Profa. Ester: Inovação é uma ferramenta, de motivação, nem sempre representa somente o “novo”, ou seja, um produto que ainda não existe, sua amplitude se configura por exemplo, um novo processo ou uma visão diferenciada daqueles já existentes. Eu vejo a inovação como estratégia de se tornar o óbvio diferente.
Posso compartilhar uma experiência? Vi no olhar dos alunos um brilho diferente ao receberem um convite para participarem do Projeto Inovação em Ação trabalhando em parceria com a Prolife Reciclagem. Isto se deu a partir do momento que eles se sentiram úteis, produtivos e principalmente pelo fato de estarem colocando a teoria na prática diante de um Projeto social e humanitário.
Novamente comparando o Projeto com uma Receita Culinária, vejo agora o nosso bolo saindo do caderno de receita e podendo ser preparado e compartilhado com nossos parceiros.

DSC02027

Inovação em Ação: Como coordenadora pedagógica e coordenadora de Segurança do Trabalho, qual é o papel da escola nesse processo?
Profa. Ester: Motivar para que esses Projetos aconteçam, eu acredito que aqui na Etec Pe. Carlos Leôncio podemos falar com muita propriedade em Metodologias baseada em Projetos porque acreditamos que ela é uma excelente ferramenta motivacional capaz de despertar o aluno pesquisador e protagonista de sua formação técnica. Temos o privilégio de contarmos com uma Direção comprometida, um grupo de Coordenadores e Docentes envolvidos plenamente com a educação.
Portanto percebo, que é possível sim, trabalhar com Projetos, desde quando bem elaborados. Seguindo sua lógica começo, meio e fim.
Devemos trabalhar bem sua elaboração, estrutura, cronograma, viabilidade, objetivos, em toda formatação metodológica, pois, o aluno tem que entender que Projeto não é cumprir carga horária, o projeto tem que mudar posturas, criar expectativa de futuro, de modo que o aluno perceba. Valeu a pena! Eu fiz parte dessa história!
Enfim, o papel da escola é ser um agente de inovação e cabe a cada um de nós ter um comprometimento nesse processo de Inovação que queremos despertar em nossos alunos.

Inovação em Ação: Muito Obrigado Professora Ester.

Planejamento 2º Semestre

Planejamento Escolar – Oportunidade de alinhar objetivos

A Etec Pe. Carlos Leôncio da Silva, realizou no dia 19 de julho de 2013 seu Planejamento Escolar, onde os Docentes e Equipe Administrativa tiveram a oportunidade de discutir e traçar metas para o Segundo Semestre de 2013.

Animados e empolgados com os novos desafios, os Professores Rodrigo Paulino e Thiago Gomes apresentaram à Equipe os Projetos que estão sendo realizado no âmbito escolar e da Agência Inova Paula Souza.
DSC01977 DSC01978

DSC01980 DSC01981

DSC01983 DSC01985

DSC01986

Inovação em Ação – Grupo de Pesquisa e Projeto de Segurança do Trabalho

Na Terça – Feira dia 26/06/2013 os alunos do curso Técnico em Segurança do Trabalho da Etec Pe. Carlos Leôncio da Silva de Lorena estiveram na empresa Prolife Reciclagem fazendo uma Visita Técnica para elaborar o Projeto de Segurança dentro para Cooperativa de Reciclagem de Lorena – SP. A equipe é composta por: Professor e Engenheiro Arildo Lucas – Presidente da CIPA Institucional da Etec, Coordenação do Agente Local de Inovação Professor Rodrigo Paulino, empresário Thales Aquino e os Discentes Celso Cláudio, Hudson Rudney, Régis Richard e Thássio Jerônimo.
A primeira fase do projeto é toda a estrutura de segurança do trabalho.

DSC01889 DSC01887

DSC01886 DSC01884

DSC01883 DSC01882

DSC01875 DSC01874

DSC01869

DSC01868 DSC01868

DSC01868

DSC01864 DSC01863

Novos Talentos

Durante as aulas de Planejamento Empresarial e Empreendedorismo os alunos do curso Técnico de Logística da Etec Pe. Leôncio foram desafiados a pesquisarem temas de relevância empresarial e apresentarem aos colegas de classe seus trabalhos. Além de incentivar à pesquisa, o propósito desse método era formar protagonistas e profissionais motivados à aprender e ensinar.

Os alunos e os devidos temas foram os seguintes:

Antônia Marina de Oliveira Lima – Poder e Autoridade: Um estudo sobre liderança
Maria Paula de Castro Midões – Globalização – Pontos fracos e fortes para competitividade
Leandro Augusto de Freitas Souza – Logística na Copa do Mundo e o Vale do Paraíba nesse contexto

Os trabalhos acima apresentados foram de suprema organização, competência e grande capacidade por parte dos alunos mencionados. Parabéns aos mesmos e toda classe que brilhantemente participou.

DSC01717 DSC01712

DSC01740 DSC01715DSC01593

O SUCESSO está na força de vontade

O SUCESSO está em nossas mãos

Para pensarmos em inovação – nos mais diversos significados da palavra – temos antes de tudo, começarmos a mudar nosso pensamento.

Tudo podemos, se assim nos dedicarmos. Acreditarmos que não existe o impossível, e que o poder de transformação está em nossas mãos!

O Projeto Inovação em Ação, além de propor soluções, também apresenta um resgate social e educacional, onde uma nova metodologia é aplicada – Aprendizagem baseada em problemas –  fruto do Projeto Político Pedagógico da Etec Pe. Carlos Leôncio da Silva que traz em seu genes a educação ativa, capaz de gerar lideranças, empreendedores, profissionais humanos e éticos para o mercado competitivo e voraz.

Junte-se a nós e vamos formar uma rede de inovadores, que buscam a excelência e a contribuição ativa em nossa sociedade.

 

Prof. Rodrigo Paulino Nascimento

 

733846_429880223770848_809763193_n

Parcerias

O sucesso de qualquer projeto ou empreendimento está em suas parcerias. Com a globalização e os desafios da competitividade, empresas, pessoas e sociedade em geral devem se unir e juntas traçarem planos de atuação e desenvolvimento conjunto. A Etec Pe Carlos Leôncio da Silva, particularmente com o Projeto Inovação em Ação tem como plano de atuação, fazer essas parcerias.

ProLifeReciclagem           Foto da capa

Inovação? O que é isso?

O que é inovação?

A competitividade acirrada e as mudanças constantes em praticamente todos os setores são elementos presentes em todos os nichos de mercado na atualidade. Para enfrentar este ambiente desafiador, a inovação se faz necessária, já que por meio dela é possível reinventar seu negócio de modo a torná-lo mais competitivo e atraente para os clientes.

Porém, de que se trata efetivamente este tão falado conceito de inovação? Há muitas definições para o termo. Uma das mais marcantes veio de Ron Johnson, vice-presidente de varejo da Apple: “Inovação é a fantástica intersecção entre a imaginação de alguém a realidade”.

Ou seja, inovar vai além da criatividade, de pensar em coisas novas. Inovar é fazer coisas novas. Numa outra definição, inovação consiste na transformação de uma ideia em produto, serviço ou processo novo ou melhorado.

Geração de valor

Para que uma inovação realmente seja completa, porém, é necessário que ela gere valor. Não se trata necessariamente de poder econômico. Ela pode vir na forma de valor socioambiental, de acordo com os objetivos da organização.

Confira abaixo as cinco diferentes formas pelas quais este valor se dá:

• Introdução de um novo produto ou mudança qualitativa em um produto ou serviço existente;

• Desenvolvimento de um novo processo não necessariamente envolvendo um conhecimento inédito;

• Mudança organizacional, ou seja, novas formas de fazer as mesmas coisas internamente, ou criação de novas rotinas ou cultura de trabalho;

• Abertura de um nicho de mercado novo no qual uma área específica do setor ainda não havia penetrado;

• Criação de novas fontes de provisão para matérias-primas, ou outras contribuições que estimulem a sustentabilidade.

 

 

Tipos de inovação

Da mesma forma que existem diferentes valores oriundos do ato de inovar, há também variadas formas de fazer com que esta inovação seja realizada. Já vimos que ela pode acontecer em produtos, serviços, processos internos ou externos. Conheça agora as mais utilizadas de acordo com as seguintes categorias:

 

Por atores envolvidos

Inovação aberta – Trata-se da inovação desenvolvida por meio de parcerias, compras ou licenciamento de processos de inovação, como patentes, entre diferentes organizações como empresas, universidades e indústrias.

Inovação fechada – Processos de inovação desenvolvidos dentro de uma organização, sem apoio externo.

 

Por intensidade

Inovação disruptiva – É a inovação que, por seu impacto, com o passar do tempo mude a trajetória do mercado no qual está inserida.

Inovação incremental – Consiste em avanços não necessariamente grandes em tecnologias, produtos, processos ou serviços conhecidos.

Inovação radical – Processo de inovação profundo que demanda novas maneiras de compreensão de um produto, serviço, processo ou modelo de negócio.

fonte: http://www.rededeinovacao.com.br/sobreinovacao/Paginas/QueInovacao.aspx